A coragem do amor cria a bênção do perdão

A coragem do amor cria a bênção do perdão


Regis Mesquita





"A coragem do amor cria a bênção do perdão"
(Emmanuel - Chico Xavier)


Blog Nascer Várias Vezes http://www.nascervariasvezes.com/


Amor sem coragem transforma-se em hipocrisia (1).

Portanto, um dos grandes atributos que deve acompanhar o amor é a coragem.

Ninguém namora alguém perfeito.

Ninguém casa com anjo.

Estamos no mundo de provas e expiações.

Na Terra encarna seres humanos que necessitam dar grandes passos evolutivos.

Eles erram, erram de novo; as vezes evoluem, as vezes não.



Da união surgem alegrias, mas também frustrações e desencontros.

O amor é uma liga que tenta manter a união, mesmo na desavença.

O amor torna mais suportável o sofrimento.

Mas, é a coragem que permite as decisões e ações necessárias para a superação dos problemas.

O amor dá força e a coragem permite a ação.

A coragem dificulta a acomodação no que é negativo.

A coragem facilita o sacrifício por uma boa causa.

O amor conjugado à coragem gera uma vida melhor.

Os sofrimentos ficam menos dolorosos e as alegrias mais plenas.

O desafio principal da vida, a evolução, é mais facilmente alcançado.



Quando as desavenças criam a necessidade de um novo começo, o perdão é essencial.

Como somos imaturos, novos começos são sempre necessários.

Às vezes o aprendizado é rápido. Algumas vezes, demora muito.

 O amor cria em nós o desejo de ajudar, a coragem nos obriga a agir.

Pois amar e perdoar não é manter tudo igual.

Ficar tudo igual é o que faz a vítima.

Quem ama e tem coragem é ator de sua vida, sempre levando-a para frente.

A vítima perdoa porque quer sofrer, o corajoso perdoa porque está crescendo, transformando, aprendendo e amando.



A coragem é a grande dama do amor e do perdão. Pois quem evolui perdoa com mais facilidade.

Amar é um verbo, é movimento. A coragem é o agir, é movimento. O perdão é a superação, é movimento.

O perdão nos torna maiores e mais evoluídos, por isto menos dependentes e mais completos.

perdão é o atributo de quem cresce, evolui, amplia a própria vida, aprende a se defender e a cuidar de si. E ama um amor maduro sem dependência e sem auto-sabotagem.



Se existe progressão na própria vida, é muito mais fácil perdoar. Perdoar mesmo quando outro persiste nos mesmos erros.

Uma vida abençoada não precisa que tudo dê certo. Afinal, todos possuem os desafiosque precisam vencer.

Vida abençoada é aquela em que o espírito se despede dela tendo aprendido, evoluído, superado traumas antigos, conquistado novas qualidades e habilidades.

As vezes, uma vida com dificuldades serve para instigar a evolução. E uma vida tranquila pode servir para ampliar vaidades, orgulhos, indisciplinas e outras qualidades negativas.

Nem sempre uma "vida boa" irá gerar vida boa para o espírito.  A vida espírito dura milhares de anos, e sua qualidade depende dos progressos evolutivos que fizermos. Se encarnado a pessoa cultivou o egoísmo, como espírito ela vai colher estes frutos.

A vida boa é aquela que nos coloca os desafios que nós enfrentamos com coragem, amor, capacidade de perdoar e ser livre.

Somos espíritos. Nossa vida é muito longa. Muito maior do que cada uma das centenas de encarnações que já tivemos.  Em cada encarnação a realidade da vida muda radicalmente. O que permanece é o que evoluímos ou não.



As dificuldades podem ser úteis, desde que sejam usadas como estímulo para a evolução pessoal. Quem não evolui sofre inutilmente.

Tornar os sofrimentos úteis para a evolução do espírito é uma das funções do amor e da coragem.

Ao longo de todas suas encarnações você já teve muita coragem para fazer boas escolhas e sempre colheu bons frutos graças a elas. CONFIE que as escolhas mais nobres são as mais eficientes e tenha coragem de colocá-las em prática.   



(1) Um dos ensinamentos contidos no livro Nascer Várias Vezes diz respeito à necessidade de se complementar as qualidades positivas com outras qualidades positivas. Uma qualidade, mesmo sendo boa, se ficar isolada tende a gerar o negativo, pois produz desequilíbrios. Exemplo: uma pessoa inteligente corre risco de tornar-se arrogante se não desenvolver outras qualidades como a paciência, a ajuda ao próximo, a humildade, etc. Deus organizou a vida com sabedoria, pois a conquista de qualquer qualidade (mesmo positiva) necessita da conquista de outras qualidades – assim todos são forçados a evoluir.


Blog Nascer Várias Vezes




--
Você está recebendo esta mensagem porque se inscreveu no grupo "Dividindo a Vida" dos Grupos do Google.
Para cancelar a inscrição neste grupo e parar de receber seus e-mails, envie um e-mail para dividindoavida+unsubscribe@googlegroups.com.
Para postar neste grupo, envie um e-mail para dividindoavida@googlegroups.com.
Visite este grupo em http://groups.google.com/group/dividindoavida?hl=pt-BR.
Para obter mais opções, acesse https://groups.google.com/groups/opt_out.
 
 

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

0 comentários:

Postar um comentário