Sobre o Medo

 

Sobre o Medo

 

O medo por si só, isoladamente, não possui muito impacto nas sensações das pessoas, para não dizer que é totalmente desprovido de qualquer poder de influência. No entanto, o problema é que o medo causa medo e, consequentemente, o medo do medo é que se agarra avidamente às pessoas, causando inanição, espanto ou desespero. Então, quando o medo aparecer, ao invés de reagir negativamente, assim gerando medo do próprio medo, receba-o de braços abertos, como se fosse uma inesperada visita de um querido amigo. Indubitavelmente, ao fazê-lo, o medo do medo minguará e, como consequência, o seu impacto será quase nulo, meramente insignificante. Desprovido de poderes para aprisionar o indivíduo. Restando no final, apenas o medo. Sozinho, mendicante, medroso. (Tadany – 01 06 11)

PS: Para citar este texto:

Cargnin dos Santos, Tadany. Pensamento 883. www.tadany.org

 

 





A corrupção é primogênita da nossa passividade, minha e tua. Precisamos aceitar o nosso dever de cidadãos para mudar as nefastas realidades que assolam a nossa pátria. (Tadany)
Tudo é mental. Nada existe além de nossa Consciência. (Tadany)
A arte é o orgasmo contínuo da Inteligência. (Tadany)


--
Você recebeu essa mensagem porque está inscrito no grupo "Dividindo a Vida" dos Grupos do Google.
Para cancelar inscrição nesse grupo e parar de receber e-mails dele, envie um e-mail para dividindoavida+unsubscribe@googlegroups.com.
Para postar nesse grupo, envie um e-mail para dividindoavida@googlegroups.com.
Acesse esse grupo em https://groups.google.com/group/dividindoavida.
Para mais opções, acesse https://groups.google.com/d/optout.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

0 comentários:

Postar um comentário