Senso Comum

 

Senso Comum

 

O medo da punição ou a esperança por recompensas após a morte que, frequentemente, são utilizados como premissas para o condicionamento dos comportamentos éticos e das atitudes valorais de muitos seres humanos é a principal demonstração de suas ingenuidades, ou ignorâncias,  com relação as bases que fundamentam os relacionamentos interpessoais, assim como sobre o processo de interação entre o ser humano, a natureza e a divindade. O que muitas religiões pregam como doutrinas ou mandamentos é nada mais do que senso comum, pois se a pessoa não gosta de ser desrespeitada, violentada, roubada ou enganada, que falaciosa percepção a faria contemplar a idéia de que outra pessoa pensaria diferente?. Então, a pessoa que respeita, que é amável e que é honesta está fazendo o mais básico dos deveres pessoais que deve reger os relacionamentos humanos. Somente quando este conhecimento genuinamente básico for entendido pelo ser humano, ele adentrará a senda dos conhecimentos espirituais, pois antes disso tudo é apenas uma inocente e transiente exaltação egocêntrica. (Tadany – 04 11 10)

 

PS: Para citar este texto:

Cargnin dos Santos, Tadany. Pensamento 537. www.tadany.org®

 

 





A corrupção é primogênita da nossa passividade, minha e tua. Precisamos aceitar o nosso dever de cidadãos para mudar as nefastas realidades que assolam a nossa pátria. (Tadany)
Tudo é mental. Nada existe além de nossa Consciência. (Tadany)
A arte é o orgasmo contínuo da Inteligência. (Tadany)


--
Você recebeu essa mensagem porque está inscrito no grupo "Dividindo a Vida" dos Grupos do Google.
Para cancelar inscrição nesse grupo e parar de receber e-mails dele, envie um e-mail para dividindoavida+unsubscribe@googlegroups.com.
Para postar nesse grupo, envie um e-mail para dividindoavida@googlegroups.com.
Acesse esse grupo em https://groups.google.com/group/dividindoavida.
Para mais opções, acesse https://groups.google.com/d/optout.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

0 comentários:

Postar um comentário