Dormindo, ou Acordado.

 

Dormindo, ou Acordado. 

 

Tanto nos estados de sonho quanto dormindo, ou seja, ausentes da relação sujeito-objeto,  chega-se inevitavelmente à conclusão de que o indivíduo existe além do corpo, mas a sutilidade desta percepção somada a realidade das limitações perceptivas humanas, impedem a maioria das pessoas de aceitarem tão simples e irrevogável realidade. Além disso, naturalmente conclui-se que, quanto mais sutil e aparentemente inconsciente esteja uma pessoa, mais perto ela está de sua real natureza. Em outras palavras, quando ela está no estado acordado, por ser iludida pelas aparentes visões externas, uma pessoa distancia-se de sua própria essência, enquanto que, adormecidos os canais de percepção externa, mais perto ela está de sua inerente natureza. Poeticamente falando sobre o âmago existencial, o ser humano vive num aparente e dependente sonho quando está acordado e, possivelmente, desperto quando está fisicamente adormecido. (Tadany – 09 06 12)

 

PS: Para citar este texto:

Cargnin dos Santos, Tadany. Pensamento 1277. www.tadany.org®

 

 






A corrupção é primogênita da nossa passividade, minha e tua. Precisamos aceitar o nosso dever de cidadãos para mudar as nefastas realidades que assolam a nossa pátria. (Tadany)
Tudo é mental. Nada existe além de nossa Consciência. (Tadany)
A arte é o orgasmo contínuo da Inteligência. (Tadany)


--
Você recebeu essa mensagem porque está inscrito no grupo "Dividindo a Vida" dos Grupos do Google.
Para cancelar inscrição nesse grupo e parar de receber e-mails dele, envie um e-mail para dividindoavida+unsubscribe@googlegroups.com.
Para postar nesse grupo, envie um e-mail para dividindoavida@googlegroups.com.
Acesse esse grupo em https://groups.google.com/group/dividindoavida.
Para mais opções, acesse https://groups.google.com/d/optout.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

0 comentários:

Postar um comentário