A janela da alma


A janela da alma

Dizem que os olhos são a janela da alma. O portal que conecta a imensidade da alma com a limitada grandiosidade espacial do universo, muito embora este ainda pareça absurdamente enorme frente aos olhos, apesar de não o ser frente a alma. Então, se o ser humano olhar o mundo tendo a alma como fonte de sua visão, o todo anímico, neste caso entendido como suas característica conaturais que são o amor, a liberdade e a serenidade, exalarão da essência pessoal e imantarão o seu ambiente. Mas, por outro lado, se a pessoa restringir seu olhar do mundo com a persiana de suas individuais ambições, desejos, egoísmos, meias-verdades, soberbas e medos, a magia do todo será podada por uma particular, estreita e insignificante percepção onde o mais importante são as posses, os lucros e as imagens. Aquela é como uma fonte, naturalmente contribuidora. Esta é como um lago, retentora. Aquela é incessante. Esta é dependente. Os olhos são a janela da alma. Oxalá não sejam persianas. 
(Tadany – 22 03 11) 

PS: Para citar este texto: 
Cargnin dos Santos, Tadany. Pensamento 773. www.tadany.org® 






--
Você está recebendo esta mensagem porque se inscreveu no grupo "Dividindo a Vida" dos Grupos do Google.
Para cancelar a inscrição neste grupo e parar de receber seus e-mails, envie um e-mail para dividindoavida+unsubscribe@googlegroups.com.
Para postar neste grupo, envie um e-mail para dividindoavida@googlegroups.com.
Visite este grupo em http://groups.google.com/group/dividindoavida.
Para obter mais opções, acesse https://groups.google.com/groups/opt_out.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

0 comentários:

Postar um comentário