TEMPO/ESPAÇO

TEMPO/ESPAÇO


Todo o céu
por trás
lacrimeja e dança
na folha
que cai em seu bailado
doce
fazer e escutar
o nada
para dar efeito e causa
dor e prazer
entre o preto e o fundo
salpicado de olhos
tristes alegrias da chama
existindo agora
é o que importa
Todo o céu que existe
por trás
do seu inexistir é infinito
apenas alterações cubistas do espaço
mas não do entendimento
Linear é como o vento
-sopra em qualquer direção
do ar
O imobilismo da pedra é aparente
assim como o sorriso não é os dentes
em sua boca inerte
jaz a dor e o riso
à espera da atitude e da latitude
do cão
no quintal ladra o ladrão
sob um fundo anil
vermelho de raiva
o amor explode
quando entende todo o nada
não existe
sempre há o que é
agora será o que estar
-jogo de palavras
infinitamente
todo o céu
por trás
não tem espaços nem dualidades
tridimensional
é o efeito do casamento seu com o tempo

HIDERALDO MONTENEGRO

leia o livro de poesias INDECIFRÁVEL acessando:
http://www.simplissimo.com.br/store/indecifravel.html

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

0 comentários:

Postar um comentário