Fwd: Publique seu livro!



---------- Mensagem encaminhada ----------
De: Luiza Moreira <dellicatta@terra.com.br>
Data: 31 de outubro de 2012 09:27
Assunto: Publique seu livro!
Para:


Natal se aproximando!

Presenteie-se com a publicação de seu livro e receba antes do Natal!

60 páginas - 100 exemplares - R$ 1.880,00
 
Luiza Moreira
Editora Delicatta
 
Links dos eventos e Bienal SP
 
 



--
André Braga


  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Re: Bom Dia - (31.10.12)



Em 31 de outubro de 2012 09:00, Marcos Marcos <marcosm92@gmail.com> escreveu:


JESUS, A ALEGRIA E A PAZ

É sabido que a humanidade vive dias de turbulência e agonia. A violência 
desenfreada impera, e os acontecimentos previstos no Apocalipse de João
se desencadeiam em escala cada vez mais intensa e assustadora. Nunca
Jesus, seus ensinamentos e sua paz foram tão necessários para perseverar
apesar da dor, persistir no bem apesar da angústia, dar testemunhos apesar
das tribulações. Nunca o ser humano precisou tanto compreender aquilo que
o Cristo sentiu pela humanidade. Devemos nos inspirar no retrato da dimensão
espiritual de Jesus, em sua descida imaculada e sua presença em um frágil
corpo de carne em qual permaneceu durante trinta e três anos, submetendo-se
às leis da matéria, em constante sacrifício, tudo para cumprir integralmente 
sua missão. É nossa tentativa e faremos os melhores esforços para que escreva
com imparcialidade sobre os instantes mais singelos dos ensinamentos, 
ministrados em cada gesto e em cada passo nos caminhos da antiga Galileia.
Isso nos confortará o coração e nos encherá de alegria, pois Jesus foi a alegria
que nos visitou, a paz pela qual tanto imploramos e a luz que brilhou nas trevas
da ignorância humana. Esse é o objetivo: recordar o Mestre, aqueles momentos
sublimes, pois, ainda, muitos não O compreenderam e relutam em seguir Suas
pegadas. O que queremos dizer é que existem muitos que até O conhecem,
ouviram referências, entoam hinos e frequentam igrejas, mas, na hora de
exemplificar, estão distantes do coração de Cristo.
- Por esta razão, Virgílio, a palavra deve ser abrangente, mas revestida de amor
e verdade. Deve conter elevado teor espiritual sem perder o caráter que permita
alcançar as criaturas de um modo geral, sem esquecer os pequeninos e humildes,
muito amados por Jesus !


(Obra: Jesus o Divino Amigo - Médium Antonio Demarchi/Espírito Irmão Virgílio)


******

- Que Deus, o Pai Eterno, abençoe nosso esforço e nosso propósito. Que Jesus
nos ilumine e nos inspire com Seu amor e Sua misericórdia. Que Maria, a mãe
do Mestre, nos fortaleça com sua generosidade inesgotável. Não tenhamos
jamais receio de fraquejar quando caminhamos com Cristo. Não tenhamos 
jamais receio das sombras quando temos a luz divina do Mestre amado. Não
tenhamos receio jamais das investidas do mal quando contamos com o escudo
do Altíssimo. Confiemos sempre no Divino Amigo, confiemos em Deus, nosso Pai,
e sigamos em frente com coragem e alegremente.

                           Irmão Virgílio !

(Obra: Jesus o Divino Amigo - Médium Antonio Demarchi/Espírito Irmão Virgílio)


******

AVE MARIA
Ave Maria cheia de graça, o Senhor é convosco, bendita sois vós entre as mulheres e bendito é o fruto do vosso ventre Jesus.
Santa Maria, Mãe de Jesus, rogai por nós, pecadores, agora e na hora de nossa morte. Amém.
 
******
 
PAI NOSSO
Pai nosso que estais no Céu, santificado seja o Vosso Nome, venha a nós o Vosso reino, seja feita a Vossa vontade, assim na terra como no Céu. O pão nosso de cada dia nos dai hoje; perdoai-nos as nossas ofensas, assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido, e não nos deixeis cair em tentação, mas livrai-nos do mal. Amém.
 
JESUS

--
Você está recebendo esta mensagem porque se inscreveu no grupo "Dividindo a Vida" dos Grupos do Google.
Para postar neste grupo, envie um e-mail para dividindoavida@googlegroups.com.
Para cancelar a inscrição nesse grupo, envie um e-mail para dividindoavida+unsubscribe@googlegroups.com.
Para obter mais opções, visite esse grupo em http://groups.google.com/group/dividindoavida?hl=pt-BR.


Deus te dê um bom dia.
--
genival com muita FÉ

--
Você está recebendo esta mensagem porque se inscreveu no grupo "Dividindo a Vida" dos Grupos do Google.
Para postar neste grupo, envie um e-mail para dividindoavida@googlegroups.com.
Para cancelar a inscrição nesse grupo, envie um e-mail para dividindoavida+unsubscribe@googlegroups.com.
Para obter mais opções, visite esse grupo em http://groups.google.com/group/dividindoavida?hl=pt-BR.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Bom Dia - (31.10.12)



JESUS, A ALEGRIA E A PAZ

É sabido que a humanidade vive dias de turbulência e agonia. A violência 
desenfreada impera, e os acontecimentos previstos no Apocalipse de João
se desencadeiam em escala cada vez mais intensa e assustadora. Nunca
Jesus, seus ensinamentos e sua paz foram tão necessários para perseverar
apesar da dor, persistir no bem apesar da angústia, dar testemunhos apesar
das tribulações. Nunca o ser humano precisou tanto compreender aquilo que
o Cristo sentiu pela humanidade. Devemos nos inspirar no retrato da dimensão
espiritual de Jesus, em sua descida imaculada e sua presença em um frágil
corpo de carne em qual permaneceu durante trinta e três anos, submetendo-se
às leis da matéria, em constante sacrifício, tudo para cumprir integralmente 
sua missão. É nossa tentativa e faremos os melhores esforços para que escreva
com imparcialidade sobre os instantes mais singelos dos ensinamentos, 
ministrados em cada gesto e em cada passo nos caminhos da antiga Galileia.
Isso nos confortará o coração e nos encherá de alegria, pois Jesus foi a alegria
que nos visitou, a paz pela qual tanto imploramos e a luz que brilhou nas trevas
da ignorância humana. Esse é o objetivo: recordar o Mestre, aqueles momentos
sublimes, pois, ainda, muitos não O compreenderam e relutam em seguir Suas
pegadas. O que queremos dizer é que existem muitos que até O conhecem,
ouviram referências, entoam hinos e frequentam igrejas, mas, na hora de
exemplificar, estão distantes do coração de Cristo.
- Por esta razão, Virgílio, a palavra deve ser abrangente, mas revestida de amor
e verdade. Deve conter elevado teor espiritual sem perder o caráter que permita
alcançar as criaturas de um modo geral, sem esquecer os pequeninos e humildes,
muito amados por Jesus !


(Obra: Jesus o Divino Amigo - Médium Antonio Demarchi/Espírito Irmão Virgílio)


******

- Que Deus, o Pai Eterno, abençoe nosso esforço e nosso propósito. Que Jesus
nos ilumine e nos inspire com Seu amor e Sua misericórdia. Que Maria, a mãe
do Mestre, nos fortaleça com sua generosidade inesgotável. Não tenhamos
jamais receio de fraquejar quando caminhamos com Cristo. Não tenhamos 
jamais receio das sombras quando temos a luz divina do Mestre amado. Não
tenhamos receio jamais das investidas do mal quando contamos com o escudo
do Altíssimo. Confiemos sempre no Divino Amigo, confiemos em Deus, nosso Pai,
e sigamos em frente com coragem e alegremente.

                           Irmão Virgílio !

(Obra: Jesus o Divino Amigo - Médium Antonio Demarchi/Espírito Irmão Virgílio)


******

AVE MARIA
Ave Maria cheia de graça, o Senhor é convosco, bendita sois vós entre as mulheres e bendito é o fruto do vosso ventre Jesus.
Santa Maria, Mãe de Jesus, rogai por nós, pecadores, agora e na hora de nossa morte. Amém.
 
******
 
PAI NOSSO
Pai nosso que estais no Céu, santificado seja o Vosso Nome, venha a nós o Vosso reino, seja feita a Vossa vontade, assim na terra como no Céu. O pão nosso de cada dia nos dai hoje; perdoai-nos as nossas ofensas, assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido, e não nos deixeis cair em tentação, mas livrai-nos do mal. Amém.
 
JESUS

--
Você está recebendo esta mensagem porque se inscreveu no grupo "Dividindo a Vida" dos Grupos do Google.
Para postar neste grupo, envie um e-mail para dividindoavida@googlegroups.com.
Para cancelar a inscrição nesse grupo, envie um e-mail para dividindoavida+unsubscribe@googlegroups.com.
Para obter mais opções, visite esse grupo em http://groups.google.com/group/dividindoavida?hl=pt-BR.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Ex Animo - N° 145



Ex Animo - N° 145 

Viver, cada dia um pouquinho 
Como o saborear de um nectar precioso 
Caminhar, sempre em frente e de mansinho 
Como um peregrinar sublime e majestoso 
Aprender, sobre si mesmo e sobre o caminho 
Como um ávido estudante, glorioso 
Amar, tanto a flor quanto o espinho 
Como a mãe o filho, seja relapso ou virtuoso 
Morrer, com a essência transbordando de carinho 
Como o rio chega ao oceano, suntuoso. (Tadany – 06 02 11) 

PS: Para citar este Poema: 
Cargnin dos Santos, Tadany. Ex Animo - N° 145. www.tadany.org ® 


--
Você está recebendo esta mensagem porque se inscreveu no grupo "Dividindo a Vida" dos Grupos do Google.
Para postar neste grupo, envie um e-mail para dividindoavida@googlegroups.com.
Para cancelar a inscrição nesse grupo, envie um e-mail para dividindoavida+unsubscribe@googlegroups.com.
Para obter mais opções, visite esse grupo em http://groups.google.com/group/dividindoavida?hl=pt-BR.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Bom Dia - (30.10.12)

 http://marcosianoski.blogspot.com
  


FILHOS ADOTIVOS
 
Filhos existem no mundo que reclamam compreensão mais profunda para que a existência se lhes torne psicologicamente menos difícil.
Reportamo-nos aos filhos adotivos que abordam o lar pelas vias da provação, sem deixarem de ser criaturas que amamos enternecidamente.
Coloquemo-nos na situação deles para mais claro entendimento do assunto.
Muitos de nós, nas estâncias do pretérito, teremos pisoteado os corações afetuosos que nos acolheram em casa, seja escravizando-os aos nossos caprichos ou apunhalando-lhes a alma a golpes de ingratidão. Desacreditando-lhes os esforços e dilapidando-lhes as energias, quase sempre lhes impusemos aflição por reconforto, a exigir-lhes sacrifícios incessantes até que lhes ofertamos a morte em sofrimento pelo berço que nos deram em flores de esperança.
Um dia, no entanto, desembarcados no Mais Além, percebemos a extensão de nossos erros e, de consciência desperta, lastimamos as próprias faltas.
Corre o tempo e, quando aqueles mesmos Espíritos queridos que nos serviram de pais retornam à Terra em alegre comunhão afetiva, ansiamos retomar-lhes o calor da ternura, mas, nesse passo da experiência, os princípios da reencarnação, em muitas circunstâncias, tão somente nos permitem desfrutar-lhes a convivência na posição de filhos alheios, a fim de aprendermos a entesourar o amor verdadeiro nos alicerces da humildade.
Reflitamos nisso. E se tens na Terra filhos por adoção, habitue-te a dialogar com eles, tão cedo quanto possível, para que se desenvolvam no plano físico sob o conhecimento da verdade. Auxilia-os a reconhecer, desde cedo, que são agora teus filhos do coração, buscando reajustamento afetivo no lar, a fim de que não sejam traumatizados na idade adulta por revelações à base de violência, em que frequentemente se lhes acordam no ser as labaredas da afeição possessiva de outras épocas, em forma de ciúme e revolta, inveja e desesperação.
Efetivamente, amas aos filhos adotivos com a mesma abnegação com que te empenhas a construir a felicidade dos rebentos do próprio sangue. Entretanto, não lhes ocultes a realidade da própria situação para que não te oponhas à Lei de Causa e Efeito que os trouxe de novo ao teu convívio, a fim de olvidarem os desequilíbrios passionais que lhes marcavam a conduta em outro tempo.
Para isso, recorda que, em última instância, seja qual seja a nossa posição nas equipes familiares da Terra, somos, acima de tudo, filhos de Deus.
 
(Obra: Astronautas do Além - Chico Xavier/Emmanuel)
 
 
******
 
A vida aplica sempre com precisão os seus meios corretivos, mas nós nem sempre a ajudamos, esquecidos de que os desígnios de Deus têm razões profundas que nos escapam à compreensão. Se Deus nos envia um filho por via indireta, devemos recebê-lo como veio e não como desejaríamos que viesse.
 
(Obra: Astronautas do Além - Chico Xavier/Herculano Pires)
 
 
******
 
AVE MARIA
Ave Maria cheia de graça, o Senhor é convosco, bendita sois vós entre as mulheres e bendito é o fruto do vosso ventre Jesus.
Santa Maria, Mãe de Jesus, rogai por nós, pecadores, agora e na hora de nossa morte. Amém.
 
******
 
PAI NOSSO
Pai nosso que estais no Céu, santificado seja o Vosso Nome, venha a nós o Vosso reino, seja feita a Vossa vontade, assim na terra como no Céu. O pão nosso de cada dia nos dai hoje; perdoai-nos as nossas ofensas, assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido, e não nos deixeis cair em tentação, mas livrai-nos do mal. Amém.
 
JESUS

--
Você está recebendo esta mensagem porque se inscreveu no grupo "Dividindo a Vida" dos Grupos do Google.
Para postar neste grupo, envie um e-mail para dividindoavida@googlegroups.com.
Para cancelar a inscrição nesse grupo, envie um e-mail para dividindoavida+unsubscribe@googlegroups.com.
Para obter mais opções, visite esse grupo em http://groups.google.com/group/dividindoavida?hl=pt-BR.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Re: Bom Dia - (29.10.12)



Em 29 de outubro de 2012 10:05, Marcos Marcos <marcosm92@gmail.com> escreveu:
http://marcosianoski.blogspot.com/
  

CUIDADO !
 
"... mas, uma vez semeada, cresce e se torna maior do que todas as hortaliças..."
 - Marcos, cap. 4 - v. 32
  
Cuidado com o que semeamos !
Toda semente lançada à terra germinará, inevitavelmente.
As nossas palavras, uma vez pronunciadas, seguirão o seu curso, provocando reações
segundo a natureza delas - não nos será possível recolhê-las dos ouvidos que as acolheram !
As decisões que tomarmos farão com que arquemos com as consequências correspondentes,
inclusive assumindo parcela de responsabilidade pelas atitudes alheias que se inspirarem  em
nossas atitudes.
Antes de qualquer manifestação verbal ou prática, na vida cotidiana, as pessoas carecem  de
pensar e repensar inúmeras vezes.
Uma palavra ofensiva ou leviana pode desencadear um crime.
Um gesto imtempestivo pode ter sérias repercussões.
A perturbação mental, quando aparece, quase sempre é o término de longo processo que  se
elaborou no tempo, sem que se procurasse reverter.
Aquilo a que alguém costuma não ligar importância, no que diz ou no que faz, é que lhe
complica o destino.
Evitemos, inclusive, brincadeiras de mau gosto.
Uma piada com um subalterno talvez lhe seja causa de humilhação.
Um apelido depreciativo também é faltar com o respeito ao próximo.
A paz é uma conquista que é preciso trabalhar muito para se obter e, depois de obtida,  é
imprescindível trabalhar muito mais para conservá-la.
 
  
(Obra: Saúde Mental À Luz do Evangelho - Carlos A. Baccelli / Inácio Ferreira)
 
 
******
 
Para extinguir a chaga da ignorância, que acalenta a miséria; para dissipar a sombra da cobiça, que gera a ilusão; para exterminar o monstro do egoísmo, que promove a guerra; para anular o verme do desespero, que promove a loucura, e para remover o charco do crime, que carreia o infortúnio, o único remédio eficiente é o Evangelho de Jesus no coração humano.
Sejamos, assim, valorosos, estendendo a Doutrina Espírita que o desentranha da letra, na construção da Humanidade Nova, irradiando a influência e a inspiração do Divino Mestre, pela emoção e pela idéia, pela diretriz e pela conduta, pela palavra e pelo exemplo e, parafraseando o conceito inolvidável de Allan Kardec, em torno da caridade, proclamemos aos problemas do mundo: "Fora do Cristo não há solução."
 
  
(Obra: O Espírito da Verdade - Chico Xavier / Bezerra de Menezes)
 
 
******
 
AVE MARIA
Ave Maria cheia de graça, o Senhor é convosco, bendita sois vós entre as mulheres e bendito é o fruto do vosso ventre Jesus.
Santa Maria, Mãe de Jesus, rogai por nós, pecadores, agora e na hora de nossa morte. Amém.
 
******
 
PAI NOSSO
Pai nosso que estais no Céu, santificado seja o Vosso Nome, venha a nós o Vosso reino, seja feita a Vossa vontade, assim na terra como no Céu. O pão nosso de cada dia nos dai hoje; perdoai-nos as nossas ofensas, assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido, e não nos deixeis cair em tentação, mas livrai-nos do mal. Amém.
 
JESUS

--
Você está recebendo esta mensagem porque se inscreveu no grupo "Dividindo a Vida" dos Grupos do Google.
Para postar neste grupo, envie um e-mail para dividindoavida@googlegroups.com.
Para cancelar a inscrição nesse grupo, envie um e-mail para dividindoavida+unsubscribe@googlegroups.com.
Para obter mais opções, visite esse grupo em http://groups.google.com/group/dividindoavida?hl=pt-BR.


Bom dia, como foste com a eleição?
--
genival com muita FÉ
71 91394384

--
Você está recebendo esta mensagem porque se inscreveu no grupo "Dividindo a Vida" dos Grupos do Google.
Para postar neste grupo, envie um e-mail para dividindoavida@googlegroups.com.
Para cancelar a inscrição nesse grupo, envie um e-mail para dividindoavida+unsubscribe@googlegroups.com.
Para obter mais opções, visite esse grupo em http://groups.google.com/group/dividindoavida?hl=pt-BR.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Bom Dia - (29.10.12)

http://marcosianoski.blogspot.com/
  


CUIDADO !
 
"... mas, uma vez semeada, cresce e se torna maior do que todas as hortaliças..."
 - Marcos, cap. 4 - v. 32
  
Cuidado com o que semeamos !
Toda semente lançada à terra germinará, inevitavelmente.
As nossas palavras, uma vez pronunciadas, seguirão o seu curso, provocando reações
segundo a natureza delas - não nos será possível recolhê-las dos ouvidos que as acolheram !
As decisões que tomarmos farão com que arquemos com as consequências correspondentes,
inclusive assumindo parcela de responsabilidade pelas atitudes alheias que se inspirarem  em
nossas atitudes.
Antes de qualquer manifestação verbal ou prática, na vida cotidiana, as pessoas carecem  de
pensar e repensar inúmeras vezes.
Uma palavra ofensiva ou leviana pode desencadear um crime.
Um gesto imtempestivo pode ter sérias repercussões.
A perturbação mental, quando aparece, quase sempre é o término de longo processo que  se
elaborou no tempo, sem que se procurasse reverter.
Aquilo a que alguém costuma não ligar importância, no que diz ou no que faz, é que lhe
complica o destino.
Evitemos, inclusive, brincadeiras de mau gosto.
Uma piada com um subalterno talvez lhe seja causa de humilhação.
Um apelido depreciativo também é faltar com o respeito ao próximo.
A paz é uma conquista que é preciso trabalhar muito para se obter e, depois de obtida,  é
imprescindível trabalhar muito mais para conservá-la.
 
  
(Obra: Saúde Mental À Luz do Evangelho - Carlos A. Baccelli / Inácio Ferreira)
 
 
******
 
Para extinguir a chaga da ignorância, que acalenta a miséria; para dissipar a sombra da cobiça, que gera a ilusão; para exterminar o monstro do egoísmo, que promove a guerra; para anular o verme do desespero, que promove a loucura, e para remover o charco do crime, que carreia o infortúnio, o único remédio eficiente é o Evangelho de Jesus no coração humano.
Sejamos, assim, valorosos, estendendo a Doutrina Espírita que o desentranha da letra, na construção da Humanidade Nova, irradiando a influência e a inspiração do Divino Mestre, pela emoção e pela idéia, pela diretriz e pela conduta, pela palavra e pelo exemplo e, parafraseando o conceito inolvidável de Allan Kardec, em torno da caridade, proclamemos aos problemas do mundo: "Fora do Cristo não há solução."
 
  
(Obra: O Espírito da Verdade - Chico Xavier / Bezerra de Menezes)
 
 
******
 
AVE MARIA
Ave Maria cheia de graça, o Senhor é convosco, bendita sois vós entre as mulheres e bendito é o fruto do vosso ventre Jesus.
Santa Maria, Mãe de Jesus, rogai por nós, pecadores, agora e na hora de nossa morte. Amém.
 
******
 
PAI NOSSO
Pai nosso que estais no Céu, santificado seja o Vosso Nome, venha a nós o Vosso reino, seja feita a Vossa vontade, assim na terra como no Céu. O pão nosso de cada dia nos dai hoje; perdoai-nos as nossas ofensas, assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido, e não nos deixeis cair em tentação, mas livrai-nos do mal. Amém.
 
JESUS

--
Você está recebendo esta mensagem porque se inscreveu no grupo "Dividindo a Vida" dos Grupos do Google.
Para postar neste grupo, envie um e-mail para dividindoavida@googlegroups.com.
Para cancelar a inscrição nesse grupo, envie um e-mail para dividindoavida+unsubscribe@googlegroups.com.
Para obter mais opções, visite esse grupo em http://groups.google.com/group/dividindoavida?hl=pt-BR.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

KAIOWÁS


Caríssimos colegas historiadores, finalmente chegam notícias dos Guarani-Kaiowa através do corajoso Pedro Rios Leao. Por favor compartilhem em seus murais. A situação é GRAVÍSSIMA!!!

(Via):Pedro Rios Leao

Opa, desculpa sumida. Estou imerso há 3 dias na aldeia de Passo Piraju, sou o único branco no lugar e não consegui acessar a internet, estou tentando conseguir uma antena para estender meu contato até lá. 

O clima é muito tenso, o despejo foi decretado. Sexta feira, enquanto o latifundiário Gino Ferreira, ex-vereador (Democratas),
cobrava o despejo, uma índia em pielyto kwe foi espancada e violentada enquanto transitava para fora da aldeia. 

Ela estava em um carro com outros indígenas e foi a única que não conseguiu escapar. A caminhonete que interceptou o carro pertence ao Zé Roberto (PSDB), prefeito da cidade de Iguatemi.

O deputado Fernando Gabeira esteve em Dourados e queria visitar Passo Piraju e Pielyto Kwe, foi impedido pela própria FUNAI que também impediu que as lideranças indígenas chegassem perto do deputado.

O clima é de bárbarie total e a minha presença incomoda e muito os fazendeiros

--
Você está recebendo esta mensagem porque se inscreveu no grupo "Dividindo a Vida" dos Grupos do Google.
Para postar neste grupo, envie um e-mail para dividindoavida@googlegroups.com.
Para cancelar a inscrição nesse grupo, envie um e-mail para dividindoavida+unsubscribe@googlegroups.com.
Para obter mais opções, visite esse grupo em http://groups.google.com/group/dividindoavida?hl=pt-BR.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Livremente divino


Livremente divino

Quão adiante pode uma pessoa mover-se do grotesco, do instintivo e do bruto em direção ao nobre, ao lúcido e ao divino durante a brevidade de uma existência? Deveras um questionamento prático, objetivo e venerável. Não apenas uma pergunta levantada com intenção de entender ou inferir sobre coisas que possam ser impossíveis de serem materializadas, senão como uma senda a ser trilhada. Um estilo de vida. Uma constante busca pelo qual o animalesco vai sendo abandonado e substituido pelo sutilmente deífico. Neste processo, o limite é a volição pessoal de ser livremente divino. (Tadany - 15 01 11) 

PS: Para citar este texto: 
Cargnin dos Santos, Tadany. Pensamento 711. www.tadany.org ® 


--
Você está recebendo esta mensagem porque se inscreveu no grupo "Dividindo a Vida" dos Grupos do Google.
Para postar neste grupo, envie um e-mail para dividindoavida@googlegroups.com.
Para cancelar a inscrição nesse grupo, envie um e-mail para dividindoavida+unsubscribe@googlegroups.com.
Para obter mais opções, visite esse grupo em http://groups.google.com/group/dividindoavida?hl=pt-BR.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Fwd: Mediunidade no tempo de Jesus


Assunto: [vidaspassadasbr] Mediunidade no tempo de Jesus
Para: vidaspassadasbr@yahoogrupos.com.br


 

Mediunidade no tempo de Jesus
Paulo da Silva Neto Sobrinho

"Se alguém julga ser profeta ou inspirado pelo Espírito, reconheça um
mandamento do Senhor nas coisas que estou escrevendo para vocês" (PAULO, aos coríntios).

Introdução

A mediunidade é uma faculdade humana que consiste na sintonia espiritual entre dois seres. Normalmente, a usamos para designar a influência de um Espírito desencarnado sobre um encarnado, entretanto, julgamos que, acima de tudo, por se tratar de uma aquisição do Espírito imortal, pouco importa a situação em que se encontram esses dois seres, para que se processe a ligação espiritual entre eles.

É comum que ataques ao Espiritismo ocorram por conta desse "dom", como se ele viesse a acontecer exclusivamente em nosso meio. Ledo engano, pois, conforme já o dissemos, é uma faculdade humana, e assim sendo, todos a possuem, variando apenas quanto ao seu grau.

Os detratores querem, por todos os meios, fazer com que as pessoas acreditem que isso é coisa nova, mas podemos provar que a mediunidade não é coisa nova e que até mesmo Jesus dela pode nos dar notícias. É o que veremos a seguir.

A mediunidade e Jesus

Quando Jesus recomenda a seus doze discípulos a divulgação de que o "reino do Céu está próximo" fica evidenciado, aos que estudaram ou vivenciam esse fenômeno, que o Mestre estava falando mesmo era da faculdade mediúnica. Entretanto, por conta dos tradutores ou dos teólogos, essa realidade ficou comprometida no texto bíblico. Entretanto, como é impossível "tapar o sol com uma peneira", podemos perfeitamente identificá-la, apesar de todo o esforço para escondê-la.

O evangelista Mateus narra o seguinte:

"Eis que eu envio vocês como ovelhas no meio de lobos. Portanto, sejam prudentes como as serpentes e simples como as pombas. Tenham cuidado com os homens, porque eles entregarão vocês aos tribunais e açoitarão vocês nas sinagogas deles. Vocês vão ser levados diante de governadores e reis, por minha causa, a fim de serem testemunhas para eles e para as nações. Quando entregarem vocês, não fiquem preocupados como ou com aquilo que vocês vão falar, porque, nessa hora, será sugerido a vocês o que vocês devem dizer. Com efeito, não serão vocês que irão falar, e sim o Espírito do Pai de vocês é quem falará através de vocês". (10,16-20).

A primeira observação que faremos é que por ter tentado a Eva, dizem que a serpente seria o próprio satanás, entretanto, isso fica estranho, porquanto o próprio Jesus nos recomenda sermos prudentes como as serpentes. Esse fato demonstra que tal associação é apenas fruto do dogmatismo que só produz o fanatismo religioso.

Essa fala de Jesus é inequívoca quanto ao fenômeno mediúnico: "não fiquem preocupados como ou com aquilo que vocês vão falar, porque, nessa hora, será sugerido a vocês", e arremata: "Com efeito, não serão vocês que irão falar, e sim o Espírito do Pai de vocês é quem falará através de vocês". A tentativa de esconder o fenômeno fica por conta da expressão "o Espírito do Pai", quando a realidade é "um Espírito do Pai" a mudança do artigo indefinido para o artigo definido tem como objetivo principal desvirtuar a fenomenologia em primeiro plano e em segundo, mais um ajuste de texto bíblico para apoiar a trindade divina copiada dos povos pagãos.

O filósofo e teólogo Carlos Torres Pastorino abordando a questão da mudança do artigo, diz:

"...Novamente sem artigo. Repisamos: a língua grega não possuía artigos indefinidos. Quando a palavra era determinada, empregava-se o artigo definido `ho, he, to'. Quando era indeterminada (caso em que nós empregamos o artigo indefinido), o grego deixava a palavra sem artigo. Então quando não aparece em grego o artigo, temos que colocar, em português, o artigo indefinido: UM espírito santo, e nunca traduzir com o definido: O espírito santo". (Sabedoria do Evangelho, volume 1, pág 43).

Se sustentarmos a expressão "o Espírito do Pai" teremos forçosamente que admitir que o próprio Deus venha a se manifestar num ser humano. Pensamento absurdo como esse só pode ser pela falta de compreensão da grandeza de Deus. Dizem os cientistas que no cosmo há 100 bilhões de galáxias, cada uma delas com cerca de 100 bilhões de estrelas, fazendo do Universo uma coisa fora do alcance de nossa limitada imaginação, mas, mesmo que a custa de um grande esforço, vamos imaginar tamanha grandeza. Bom, façamos agora a pergunta: o que criou tudo isso? Diante disso, admitir que esse ser possa estar pessoalmente inspirando uma pessoa é fora de proposto, coisa aceitável a de povos primitivos, cujos conhecimentos não lhes permitem ir mais longe, por restrição imposta pelo seu hábitat.

A mediunidade no apostolado

Um fato, que reputamos como de inquestionável ocorrência da mediunidade, aconteceu logo depois da morte de Jesus, quando os discípulos reunidos receberam "como que línguas de fogo" e começaram a falar em línguas, de tal sorte que, apesar da heterogeneidade do povo que os ouvia, cada um entendia o que falavam em sua própria língua. Fato extraordinário registrado no livro Atos dos Apóstolos, desta forma:

"Quando chegou o dia de Pentecostes, todos eles estavam reunidos no mesmo lugar. De repente, veio do céu um barulho como o sopro de um forte vendaval, e encheu a casa onde eles se encontravam. Apareceram então umas como línguas de fogo, que se espalharam e foram pousar sobre cada um deles. Todos ficaram repletos do Espírito Santo, e começaram a falar em outras línguas, conforme o Espírito lhes concedia que falassem. Acontece que em Jerusalém moravam judeus devotos de todas as nações do mundo. Quando ouviram o barulho, todos se reuniram e ficaram confusos, pois cada um ouvia, na sua própria língua, os discípulos falarem". (Atos 2, 1-6).

Aqui podemos identificar o fenômeno mediúnico conhecido como xenoglossia, que na definição do Aurélio é: A fala espontânea em língua(s) que não fora(m) previamente aprendida(s). Mas, como da vez anterior, tentam mudar o sentido, para isso alteram o artigo indefinido para o definido, quando a realidade seria exatamente que estavam "repletos de um Espírito santo (bom)".

Fato semelhante aconteceu, um pouco mais tarde, nomeado como o Pentecostes dos pagãos:

"Pedro ainda estava falando, quando o Espírito Santo desceu sobre todos os que ouviam a Palavra. Os fiéis de origem judaica, que tinham ido com Pedro, ficaram admirados de que o dom do Espírito Santo também fosse derramado sobre os pagãos. De fato, eles os ouviam falar em línguas estranhas e louvar a grandeza de Deus..." (At 10, 44-46).

Episódio que confirma que "Deus não faz acepção de pessoas" (At 10,34), daí podermos estender à mediunidade como uma faculdade exclusiva a um determinado grupo religioso, mas existindo em todos segmentos em suas expressões de religiosidade.

A mediunidade como era "transmitida"
A bem da verdade não há como ninguém transmitir a mediunidade para outra pessoa, entretanto, pelos relatos bíblicos, a imposição das mãos fazia com que houvesse sua eclosão, óbvio que naqueles que a possuíam em estado latente. Vejamos algumas situações em que isso ocorreu.

Em Atos 8, 17-18:

"Então Pedro e João impuseram as mãos sobre os samaritanos, e eles receberam o Espírito Santo. Simão viu que o Espírito Santo era comunicado através da imposição das mãos. Dêem para mim também esse poder, a fim de que receba o Espírito todo aquele sobre o qual eu impuser as mãos".

Simão era um mago que, com suas artes mágicas, deixava o povo da região de Samaria maravilhado. Mas, ao ver o "poder" de Pedro e João, ficou impressionado com o que fizeram, daí lhes oferece dinheiro a fim de que dessem a ele esse poder, para que sobre todos os que ele impusesse as mãos, também recebessem o Espírito Santo.

Em Atos 19, 1-7:

"Enquanto Apolo estava em Corinto, Paulo atravessou as regiões mais altas e chegou a Éfeso. Encontrou aí alguns discípulos, e perguntou-lhes: `Quando vocês abraçaram a fé receberam o Espírito Santo?' Eles responderam: `Nós nem sequer ouvimos falar que existe um Espírito Santo'. Paulo perguntou: `Que batismo vocês receberam?' Eles responderam: `O batismo de João'. Então Paulo explicou: `João batizava como sinal de arrependimento e pedia que o povo acreditasse naquele que devia vir depois dele, isto é, em Jesus'. Ao ouvir isso, eles se fizeram batizar em nome do Senhor Jesus. Logo que Paulo lhes impôs as mãos, o Espírito Santo desceu sobre eles, e começaram a falar em línguas e a profetizar. Eram, ao todo, doze homens".

Será que podemos entender que o batismo de Jesus é "receber o Espírito Santo", conseguido pela imposição das mãos? A narrativa nos leva a aceitar essa hipótese, apenas mantemos a ressalva feita anteriormente quanto à expressão "o Espírito Santo".

A mediunidade como os dons do Espírito
Na estrada de Damasco, Paulo, que até então perseguia os cristãos, numa ocorrência transcendente, se encontra com Jesus, passando, a partir daí, a segui-lo. Durante o seu apostolado se comunicava diretamente com o Espírito de Jesus, demonstrando sua incontestável mediunidade.

Aliás, o apóstolo Paulo foi quem mais entendeu do fenômeno mediúnico, tanto que existem recomendações preciosas de sua parte aos agrupamentos cristãos de então. Ele o chamava de "dons do Espírito". "Sobre os dons do Espírito, irmãos, não quero que vocês fiquem na ignorância" (1Cor 12,1), mostrando-se interessado em que todos pudessem conhecer tais fenômenos.

E esclarece o apóstolo dos gentios:

"Existem dons diferentes, mas o Espírito é o mesmo; diferentes serviços, mas o Senhor é o mesmo; diferentes modos de agir, mas é o mesmo Deus que realiza tudo em todos. Cada um recebe o dom de manifestar o Espírito para a utilidade de todos. A um, o Espírito dá a palavra de sabedoria; a outro, a palavra de ciência segundo o mesmo Espírito; a outro, o mesmo Espírito dá a fé; a outro ainda, o único e mesmo Espírito concede o dom das curas; a outro, o poder de fazer milagres; a outro, a profecia; a outro, o discernimento dos espíritos; a outro, o dom de falar em línguas; a outro ainda, o dom de as interpretar. Mas é o único e mesmo Espírito quem realiza tudo isso, distribuindo os seus dons a cada um, conforme ele quer". (1 Cor 12,4-11).

Novamente, mudando-se "o Espírito" para "um Espírito", estaremos diante da faculdade mediúnica, basta "ter olhos de ver".

Ao que parece, naquela época, os médiuns se preocupavam mais com a xenoglossia Paulo para desfazer esse engano novamente faz outras recomendações aos coríntios (1Cor 14,1-25). Disse ele:

"...aspirem aos dons do Espírito, principalmente à profecia. Pois aquele que fala em línguas não fala aos homens, mas a Deus. Ninguém o entende, pois ele, em espírito, diz coisas incompreensíveis. Mas aquele que profetiza fala aos homens: edifica, exorta, consola. Aquele que fala em línguas edifica a si mesmo, ao passo que aquele que profetiza edifica a assembléia. Eu desejo que vocês todos falem em línguas, mas prefiro que profetizem. Aquele que profetiza é maior do que aquele que fala em línguas, a menos que este mesmo as interprete, para que a assembléia seja edificada...".

Conclusão

Como apregoa a Doutrina Espírita o fenômeno mediúnico nada mais é que uma ocorrência de ordem natural. Podemos identificá-lo desde os mais remotos tempos da humanidade, e não poderia ser diferente, pois, em se tratando de uma manifestação de uma faculdade humana, deverá ser mesmo tão velha quanto a permanência do homem aqui na Terra.

Mas, infelizmente, a intolerância religiosa, a ignorância e, por vezes, a má-vontade, não permitiu que fosse divulgada da forma correta, ficando mais por conta de uma ocorrência sobrenatural, que só acontecia a uns poucos privilegiados. Coube ao Espiritismo a desmistificação desse fenômeno, bem como a sua explicação racional. Kardec nos deixou um legado importantíssimo para todos que possam se interessar pelo assunto, quando lança O Livro dos Médiuns, que recomendamos aos que buscam o conhecimento dessa fenomenologia, ainda muito incompreendida em nossos dias.

Nov/2004.

Referência bibliográfica.
PASTORINO, Carlos Torres, Sabedoria do Evangelho, volume 1, Revista Mensal Sabedoria, Rio, 1964.
Bíblia Sagrada, Edição Pastoral, Paulus, São Paulo, 43ª ed. 2001.

Texto distribuído pelo grupo VidaspassadasBR
Para receber os textos mande um email para: vidaspassadasbr-subscribe@yahoogrupos.com.br

__._,_.___
Atividade nos últimos dias:
.

--
Você está recebendo esta mensagem porque se inscreveu no grupo "Dividindo a Vida" dos Grupos do Google.
Para postar neste grupo, envie um e-mail para dividindoavida@googlegroups.com.
Para cancelar a inscrição nesse grupo, envie um e-mail para dividindoavida+unsubscribe@googlegroups.com.
Para obter mais opções, visite esse grupo em http://groups.google.com/group/dividindoavida?hl=pt-BR.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

VERDADEIROS POVOS

--
Você está recebendo esta mensagem porque se inscreveu no grupo "Dividindo a Vida" dos Grupos do Google.
Para postar neste grupo, envie um e-mail para dividindoavida@googlegroups.com.
Para cancelar a inscrição nesse grupo, envie um e-mail para dividindoavida+unsubscribe@googlegroups.com.
Para obter mais opções, visite esse grupo em http://groups.google.com/group/dividindoavida?hl=pt-BR.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Fwd: [vidaspassadasbr] A prece, uma ótica espírita


A prece, uma ótica espírita

A prece, ferramenta imprescindível de sintonia com Deus e com as Esferas Superiores, pode ser definida como "emanação do pensamento bem direcionado e rico de conteúdos vibratórios que se expandem até sincronizar com as ondas equivalentes, assim estabelecendo o intercâmbio entre a criatura e o Criador" (p. 220)2. Jesus, em seu ministério de amor, quando encarnado entre nós, não deixou de apresentar a prece como instrumento de comunhão com Deus, reiterando sua importância, aos nos dirigirmos humildemente a Deus, na realização de nossas necessidades espirituais.

Em "O Livro dos Espíritos", memorável obra do Mestre de Lion, os espíritos nos apresentam a prece como "ato de adoração"5, e por meio desta, a possibilidade de louvar, pedir e agradecer. Louvar a Deus, como ato de enaltecimento e reconhecimento a Ele, nosso Pai amado, por tantas bênçãos que recebemos em cada dia de nossa existência; pedir a Deus, não pela satisfação de desejos que residem na horizontalidade das nossas aflições frívolas, mas pela força necessária ao enfrentamento digno dos nossos problemas, que não representam mais do que caminhos de ascensão, concedidos a nós pela Misericórdia Divina na proporção das nossas próprias necessidades; agradecer a Deus, pela comiseração em relação às nossas fraquezas, pelo carinho e amor extremados por parte d'Ele e dos nossos Mentores Espirituais, que se dedicam com tanto zelo pelo nosso processo de autoaprimoramento...

Entretanto, para melhor compreensão dos mecanismos de realização e eficácia da prece, devemos nos reportar à base dos fenômenos de relação entre as criaturas e destas com Deus: o pensamento. O pensamento, veículo sublimado de comunicação que se propaga através do fluido cósmico universal5, é força viva que nos situa em comunhão com aqueles que se nos afeiçoam ao modo de ver, pensar e agir. De acordo com Kardec, "a prece não tem valor senão pelo pensamento ao qual se liga" (p. 310)4. Esse ensinamento é complementado por André Luiz, em "Mecanismos da Mediunidade", ao afirmar que o pensamento é "força sutil e inexaurível do Espírito, [...] corrente viva e exteriorizante, com faculdades de autoexcitação e autoplasticização inimagináveis" (p. 82-83)6.

Todos nós apresentamos uma onda mental específica. Essa onda mental é caracterizada pelo nosso próprio estágio evolutivo, sendo influenciada diretamente pelos valores que construímos, pelos defeitos de que ainda não nos livramos, por tudo que nos caracteriza como individualidade no cenário do universo. Por meio do processo de indução mental, "processo através do qual um corpo que detenha propriedades eletromagnéticas pode transmiti-las a outro corpo sem contato visível" (p. 51)6, estabelecem-se as relações de sintonia entre os Espíritos habitantes das esferas espiritual e corpórea, nos colocando em relação direta com aqueles que se nos afinam. Importa lembrar, também, que nossos pensamentos se expressam e corporificam com intensidade proporcional à nossa vontade e insistência em mantê-los.

Ainda em "Mecanismos da Mediunidade", André Luiz nos esclarece que o pensamento se exterioriza através de diferentes tipos de onda, com suas gradações a se diferenciarem, via de regra, pela frequência que apresentam6. O número de ondas que passa por um ponto do espaço em um determinado tempo corresponde à frequência da radiação. Na lógica do pensamento, quanto maior a frequência das ondas emitidas por nossos pensamentos, maior o alcance e força das emissões – e maior a comunhão com o pensamento do Criador. Segundo o autor, o pensamento dos anjos se expressa em ondas de altíssima frequência, com os homens se situando em padrões de vibração representados por ondas de curto, médio e longo comprimento. Em reuniões públicas de centros religiosos, por exemplo, quando uma prece proferida é iniciada pelo apelo: "Vamos elevar nossos pensamentos", literalmente devemos elevar a frequência das ondas que emitimos, mentalizando Jesus, pensando em coisas boas, oferecendo guarida ao cultivo dos bons sentimentos e aspirações.
Após a singela explicação dos mecanismos de funcionamento da prece, faz-se importante situar o ato de orar em um contexto prático. Assim sendo, ressaltamos a importância do hábito da prece. Em "Missionários da Luz", de André Luiz, o Instrutor Alexandre situa a necessidade da oração no lar, templo abençoado em que habitam os corpos e sublimam-se as almas: o "santuário doméstico, que encontre criaturas amantes da oração e dos sentimentos elevados, converte-se em campo sublime das mais belas florações e colheitas espirituais" (p. 80)7. Um exemplo pontual pode ser consultado em "Nas fronteiras da loucura"3. Na obra, Angélica, após realizar uma prece sincera em favor de sua filha, atraiu a atenção e os cuidados do próprio Dr. Bezerra de Menezes... A fórmula nos foi transmitida por Jesus há muito tempo: "pedi e vos será dado" (Mateus, 7:7)1.

Kardec ensina-nos acerca da eficácia da prece realizada em conjunto, pois desta forma seu efeito é potencializado, o que se realiza por meio da harmonia de pensamentos, "porque é como se todos gritassem em conjunto e em uníssono" (p. 310)4. É digno de nota um fato descrito por André Luiz em "Os Mensageiros". Quando em um posto de socorro, após uma prece realizada por grande benfeitora do Plano Espiritual, seguida mentalmente pelo grupo, frase por frase, em atendimento às instruções dispensadas pelo orientador de André Luiz, para "imprimir o máximo ritmo e harmonia ao verbo, ao som e à ideia, numa só vibração" (p. 152)8, o autor nos descreve a cena: "enxerguei, maravilhado, grande quantidade de flores esbranquiçadas, de tamanhos variadíssimos, a caírem copiosamente sobre nós que orávamos [...]" (p. 155)8. As flores em questão representam o que André Luiz denomina como "elementos-força", que renovam o mundo íntimo dos que estão em prece ao atingi-los e, agregando-se às energias peculiares de cada receptor, se exteriorizam com as características inerentes a cada Espírito, na medida de sua elevação, como bênçãos em auxílio aos necessitados.

Kardec4,5 esclarece-nos que, por intermédio da oração, atraímos o concurso dos Espíritos amigos, que nos fortalecem, nos auxiliando a evitar acontecimentos lamentáveis que decorrem das nossas más tendências, e que poderiam nos comprometer o futuro de maneira significativa... Dá-nos, também, a compreensão de que a necessidade de nossas provas repousa nos Desígnios Divinos, em diversos lances da existência, para nosso próprio progresso. Assim sendo, a prece nos ajuda nas provações, para que consigamos carregar o mérito das nossas próprias conquistas, em vez de nos afastar de nossos problemas; formas sutis de auxílio, como uma palavra amiga ou uma leitura edificante, que costumam passar despercebidas, representam bênçãos que nos chegam de todos os lados, a todos os instantes. Kardec também nos ensina que podemos, ainda, orar por intermédio de outrem, auxiliando-os, efeito que se patenteia de maneira peculiar nos desencarnados sofredores, aliviando seus sofrimentos e angústias.

A prece, portanto, com sua capacidade sublime de nos colocar em contato com o Mais Alto, faz-se imprescindível em todos os lances de nossa existência. Mais ainda, é por meio da nossa conduta, e dos esforços que devemos realizar no sentido de retificá-la em harmonia com a Lei de Amor, que estaremos a caminho de atingir a plenitude de comunhão com Deus; é quando conseguiremos viver em prece, pois apenas por meio da vivência dos ensinamentos exarados por Jesus – que se consubstanciam na caridade, que é amor em ação –, manteremos nossos pensamentos elevados constantemente. Como nos ensinam os Espíritos, "as boas ações são a melhor prece, por isso que os atos valem mais que as palavras" (p. 268)5, fato reiterado por Santo Agostinho ao nos ensinar que o cumprimento fiel de nossos deveres, independente de quais sejam, representam a prece do dia5.

Amigos! Que nossos esforços se orientem para a consecução dos nossos verdadeiros objetivos, que devem estar sintonizados com as Verdades Divinas... Que os valores do Espírito, a bondade, a caridade, a alegria, o amor, representem a Luz a ser buscada na presente encarnação! Que a prece seja hábito religiosamente efetuado em todos os dias de nossas vidas, e que, mais ainda, nossa conduta nos permita estar em sintonia constante com Deus, na medida das nossas capacidades e dos valores conquistados a cada dia, pois "a oração é o divino movimento do espelho de nossa alma no rumo da Esfera Superior, para refletir-lhe a grandeza" (p. 109)9.

Paz de Deus seja conosco!

Referências

1. Bíblia. Português. O Novo testamento. Tradução de Haroldo Dutra Dias. Brasil: Conselho Espírita Internacional, 2010.
2. FRANCO, Divaldo Pereira. Jesus e o Evangelho à Luz da Psicologia Profunda. Pelo Espírito Joanna de Ângelis. 1 ed. Salvador, BA: Leal, 2000.
3. idem. Nas Fronteiras da Loucura. Pelo Espírito Joanna de Ângelis. 2 ed. Salvador, BA: Leal, 1982.
4. KARDEC, Allan. O Evangelho segundo o Espiritismo. Tradução de Salvador Gentille. 231 ed. São Paulo: IDE, 1998.
5. idem. O Livro dos Espíritos. Tradução de Salvador Gentille. 101 ed. São Paulo: IDE, 1996.
6. XAVIER, Francisco Cândido. Mecanismos da Mediunidade. Pelo Espírito André Luiz. 42 ed. Rio de Janeiro: FEB, 2007.
7. idem. Missionários da Luz. Pelo Espírito André Luiz. 42 ed. Rio de Janeiro: FEB, 2007. Cap.VI.
8. idem. Os Mensageiros. Pelo Espírito André Luiz. 45 ed. Rio de Janeiro: FEB, 2008. Cap.XXIV.
9. idem. Pensamento e Vida. Pelo Espírito Emmanuel. 18 ed. Rio de Janeiro: FEB, 2009. Cap.XXVI.

Rev. Int. Espiritismo

__._,_.___
Atividade nos últimos dias:
.
 

--
Você está recebendo esta mensagem porque se inscreveu no grupo "Dividindo a Vida" dos Grupos do Google.
Para postar neste grupo, envie um e-mail para dividindoavida@googlegroups.com.
Para cancelar a inscrição nesse grupo, envie um e-mail para dividindoavida+unsubscribe@googlegroups.com.
Para obter mais opções, visite esse grupo em http://groups.google.com/group/dividindoavida?hl=pt-BR.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS